Písac

 

O mesmo pó e essência – no fim, em sua total (ir)realidade, nada é diferente.

A morte nos espreita todo o tempo, e nem assim desistimos de fugir ou desprezar o essencial.

  • por ShoesOff

 

obs: foto tirada na receptiva cidade de Písac, no Perú, em Julho de 2009.

5 thoughts on “Písac

  1. Me lembrou aquela coisa de “.ser normal estar no mundo feito o mar com um grão de areia”. E verdade, acabamos deixando de lado o essencial, desviando por caminhos que levam a coisas inúteis. Às vezes tenho a sensação quase sufocante que deveria estar aproveitando mais, fazendo algo realmente importante e úti, porém nunca sei exatamente o que, fazer o que. Mas ultimamente resolvi prestar mais atenção, tenho uma idéia do que fazer, mas logo esqueço e me perco.

    uma hora dá certo.
    beijos.

  2. Com toda certeza, para esta todos temos hora marcada, só não sabemos quando, mas ela virá.

    Adorei!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s